Viver Goiás

Sabado, 13 de Agosto de 2022

Notícias Entretenimento

Cidade com problemas na saúde paga R$ 453 mil a Zé Neto e Cristiano

Cidade com problemas na saúde paga R$ 453 mil a Zé Neto e Cristiano
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando
source
Zé Neto e Cristiano voltam a receber dinheiro público para fazer show
Reprodução/Instagram

Zé Neto e Cristiano voltam a receber dinheiro público para fazer show


A prefeitura de Pitangueiras (SP) decidiu fazer vistas grossas às  polêmicas envolvendo Zé Neto e Cristiano e validou, na última semana, a contratação da dupla sertaneja por R$ 453,5 mil para um show que será realizado em 29 de julho por conta do aniversário da cidade. O cachê, como se sabe, será pago com verbas públicas.


O que chama a atenção neste caso é que a Santa Casa de Pitangueiras, hospital municipal, não deu conta de atender toda a demanda de atendimentos e internações ao longo da pandemia, e algumas mortes foram registradas na cidade por conta da falta de estrutura para atender pacientes infectados pela Covid-19.

Em 2021, o hospital teve que barrar a entrada de novos pacientes que apresentavam sintomas da doença provocada pelo coronavírus por conta da falta de leitos. O caso foi parar na polícia. A cidade tem pouco mais de 40 mil habitantes.

A validação da contratação da dupla para o evento de comemoração do aniversário da cidade foi registrada pelo prefeito Marcos Aurélio Soriano (Cidadania) no Diário Oficial da União em 25 de maio, valendo-se da cláusula em que exige a inexigibilidade de licitação para a seleção da dupla.

Zé Neto e Cristiano estão no olho do furacão desde que decidiram criticar os artistas que recorrem à Lei Rouanet para conseguirem trabalhar. A ironia, no caso dos sertanejos, é que a maior parte dos cachês que eles recebem em seus shows superfaturados vêm de verbas públicas, pagas pelas prefeituras das cidades que os contratam.

No show em que criticaram Anitta e fizeram o deboche sobre o uso de verbas públicas, eles receberam R$ 400 mil da cidade de Sorriso (MT). O valor, como se sabe, foi pago com os impostos dos cidadãos locais.

Fonte: IG GENTE
Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )