Viver Goiás

Terça-feira, 28 de Junho de 2022

Notícias Cidades

Prefeitura de Goiânia vai construir mais 20 ecopontos para ampliar oferta de locais de descarte correto de resíduos

Prefeitura de Goiânia vai construir mais 20 ecopontos para ampliar oferta de locais de descarte correto de resíduos
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A Prefeitura de Goiânia mapeia áreas públicas da cidade para implantação de mais 20 ecopontos na capital, para fortalecer a política de gestão da limpeza urbana, e evitar o descarte irregular de lixo em vias públicas. Atualmente, a administração conta com quatro unidades que, em 12 meses, receberam quase 50 toneladas de resíduos. Novas estruturas serão instaladas até o final de 2024.

O prefeito Rogério Cruz ressalta que a gestão está atenta às medidas eficazes que contribuem com a limpeza e com o meio ambiente. "Os ecopontos são unidades gratuitas e ecologicamente corretas, além disso, organizam os resíduos em áreas urbanas e assumem papel fundamental na sustentabilidade urbana", assegura.

Ao inaugurar o primeiro ecoponto de sua gestão, no Jardim São José, Região Oeste de Goiânia, em abril de 2021, o prefeito afirmou que o novo ponto de coleta de resíduos sólidos evita descartes clandestinos de lixo, e contribui com a preservação do meio ambiente e limpeza urbana na capital.

Na ocasião, Rogério Cruz adiantou que todas as regiões de Goiânia seriam contempladas com ecopontos, porque são locais importantes para manter a cidade limpa. "Com eles, conseguimos aumentar a vida útil do aterro sanitário, ampliar a coleta de material reciclável e preservar nossas áreas verdes".

A segunda unidade foi inaugurada em agosto do ano passado, no Residencial Campos Dourados, beneficiando toda a Região Sudoeste da cidade, com espaço de mais de 2 mil metros quadrados para a destinação gratuita e ambientalmente adequada de resíduos sólidos. Os dois ecopontos foram projetados e construídos pela Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma).

Ecoponto é uma estação que dispõe de caçambas distintas para cada tipo de resíduo e armazenamento correto dos materiais. A população pode depositar resíduos de construção civil (tijolos, argamassa, madeira, telha, entre outros), materiais recicláveis, bens domésticos inservíveis, pneus, resíduos de poda de árvores e óleo de cozinha usado.

Nas unidades, equipes da Comurg recebem o material, fazem o monitoramento e a destinação final. O produto reciclável é entregue às 13 cooperativas cadastradas junto à Prefeitura. Parte do material recolhido também é reaproveitada pela Comurg, em infraestrutura e urbanização da cidade, e na ornamentação de canteiros, praças e rotatórias. Já os pneus são enviados aos pontos de coleta, conforme logística reversa já estabelecida.
"Queremos ofertar vários locais e opções de entrega correta ao munícipe, evitando que bens inservíveis, entulhos e demais resíduos sejam abandonados em ruas, calçadas e terrenos baldios. Além disso, o descarte correto beneficia a limpeza da cidade, o meio ambiente e garante mais vida útil do aterro sanitário", afirma o presidente da Comurg, Alisson Borges.

Funcionamento e locais
Os ecopontos Guanabara, Faiçalville, Campos Dourados e São José são administrados pela Comurg e funcionam todos os dias, das 07h às 22h, com exceção do São José, que funciona até as 19h.

-Ecoponto Guanabara: Rua GB-5 com Rua GB-6, Jardim Guanabara II

-Ecoponto Faiçalville: Avenida Nadra Bufaiçal com Avenida Madri APM, Setor Faiçalville

-Ecoponto Jardim São José: Rua Frei Nazareno Confaloni com Rua Irmã Maria Bernarda, Jardim São José

-Ecoponto Campos Dourados: Rua São João Del Rei APM 07, Residencial Campos Dourados.

Destinação dos resíduos

  • Entulhos da construção civil são encaminhados ao Aterro Sanitário de Goiânia, para disposição final.
  • Galhadas e podas de árvores são utilizadas para compostagem ou levadas para o Aterro Sanitário de Goiânia, conforme demanda.
  • Resíduos recicláveis são encaminhados às 13 cooperativas cadastradas no Programa Goiânia Coleta Seletiva.
  • Pneus são levados para os pontos de coleta de pneumáticos, gerenciados pela empresa Reverso Reciclagem e Comércio de Pneu e, posteriormente, coprocessados, conforme logística reversa já estabelecida.
  • Óleo de cozinha usado é encaminhado às 13 cooperativas cadastradas no Programa Goiânia Coleta Seletiva, e também ao Programa Olho no Óleo, operacionalizado pela Companhia de Saneamento de Goiás S/A – Saneago.

Companhia de Urbanização de Goiânia (Comurg) – Prefeitura de Goiânia

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )