Viver Goiás

Sexta-feira, 20 de Maio de 2022

Notícias Cidades

Goiânia gera mais de 37 mil novas vagas de emprego em 2021

Goiânia gera mais de 37 mil novas vagas de emprego em 2021
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

A retomada econômica já é realidade em Goiânia. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), o município foi responsável pela geração de 37.104 novas vagas de emprego entre os meses de janeiro e novembro deste ano. Os dados colocam a capital na primeira posição no ranking de criação de novos postos de trabalho entre as cidades da Região Centro-Oeste.

Para o prefeito Rogério Cruz, o resultado evidencia a recuperação econômica e social do município. "A geração de emprego é um termômetro muito importante para avaliar nossa economia, nosso ambiente de negócios e produtividade. Mas não podemos nos esquecer do viés social, pois o trabalho leva esperança e dignidade a milhares de famílias", afirma o prefeito.

O resultado obtido entre janeiro e novembro de 2021 é superior à quantidade de vagas geradas em todo o ano de 2019, período que não foi afetado pelas restrições impostas pela pandemia de Covid. Naquele ano, a capital alcançou a marca de 21 mil novos postos de trabalho. De acordo com o secretário de Desenvolvimento e Economia Criativa, Michel Magul, a geração de trabalho e renda é fundamental para a construção de uma sociedade mais justa.

"Estamos no caminho certo, fomentando a inclusão produtiva da nossa população. O emprego é a maneira mais segura, estável e satisfatória de superação da pobreza e da vulnerabilidade social", diz o secretário. "À medida em que a cidade oferece mais vagas de trabalho, garantimos condições plenas de cidadania e mais qualidade de vida às pessoas", declara Magul.

Na comparação com o ano de 2020, o aumento na criação de vagas de trabalho é de 8,43%, percentual superior à expectativa de crescimento da economia goiana, que é de 4,4% no período. O total de novas vagas em 2021 é resultado de 242,4 mil admissões e 205,2 mil desligamentos entre janeiro e novembro.

Vitória Caetano, da editoria de Desenvolvimento e Economia Criativa

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )