Revista Viver Goiás

Senador Canedo contrata médicos, reduz tempo de espera, mas ainda sofre com demandas de outras cidades, diz secretário

Thiago Moura tem implementado algumas medidas para melhorar a qualidade dos atendimentos na rede municipal

Divulgação
O  secretário de saúde de Senador Canedo, Thiago Moura, que assumiu a pasta em dezembro de 2019 e tem implementado algumas medidas para melhorar a qualidade dos atendimentos prestados pela rede municipal.

 A primeira delas foi contratar 40 novos médicos, sendo 14 para a rede de urgência e outros 26 para as unidades básicas. Além disso, Moura determinou a extensão da carga horária dos profissionais para que nenhum turno ficasse descoberto.

“Assim conseguimos reduzir a fila de espera por atendimentos de urgência, que era de três horas, para 40 minutos”, relata Moura ao Jornal Diário de Goiás.

Estrangulamento

De acordo com o secretário, a saúde de Senador Canedo é sobrecarregada com o grande número de atendimentos prestados a cidadãos de cidades limítrofes. Conforme Moura, 70% dos pacientes que dão entrada na rede são de municípios vizinhos, especialmente de Goiânia.

“Atendemos municípios como Bonfinópolis, Goianápolis, Leopoldo de Bulhões. Mas o grande detalhe é Goiânia”, disse. “Num município com 140 mil habitantes, como Senador Canedo, você ter 52 mil atendimentos mensais é impensável”, acrescenta.

O orçamento da Saúde é de R$ 7,6 milhões por mês, oriundos do Tesouro Municipal, pactuações com cidades vizinhas e recursos federais. Apesar da grande demanda de goianienses da Região Leste, Moura conta que Goiânia não está entre as cidades com pactuação. “É um grande problema”, pontua.

Apesar do estrangulamento, especialmente depois do fechamento de unidades de saúde da Região Leste da capital, o secretário vê melhorias na rede. “Estamos avançando. Hoje, considerando os municípios vizinhos, temos a melhor saúde”, avalia.

Fonte

Diário de Goiás
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Senador Canedo contrata médicos, reduz tempo de espera, mas ainda sofre com demandas de outras cidades, diz secretário

Diário de Goiás
O  secretário de saúde de Senador Canedo, Thiago Moura, que assumiu a pasta em dezembro de 2019 e tem implementado algumas medidas para melhorar a qualidade dos atendimentos prestados pela rede municipal.

 A primeira delas foi contratar 40 novos médicos, sendo 14 para a rede de urgência e outros 26 para as unidades básicas. Além disso, Moura determinou a extensão da carga horária dos profissionais para que nenhum turno ficasse descoberto.

“Assim conseguimos reduzir a fila de espera por atendimentos de urgência, que era de três horas, para 40 minutos”, relata Moura ao Jornal Diário de Goiás.

Estrangulamento

De acordo com o secretário, a saúde de Senador Canedo é sobrecarregada com o grande número de atendimentos prestados a cidadãos de cidades limítrofes. Conforme Moura, 70% dos pacientes que dão entrada na rede são de municípios vizinhos, especialmente de Goiânia.

“Atendemos municípios como Bonfinópolis, Goianápolis, Leopoldo de Bulhões. Mas o grande detalhe é Goiânia”, disse. “Num município com 140 mil habitantes, como Senador Canedo, você ter 52 mil atendimentos mensais é impensável”, acrescenta.

O orçamento da Saúde é de R$ 7,6 milhões por mês, oriundos do Tesouro Municipal, pactuações com cidades vizinhas e recursos federais. Apesar da grande demanda de goianienses da Região Leste, Moura conta que Goiânia não está entre as cidades com pactuação. “É um grande problema”, pontua.

Apesar do estrangulamento, especialmente depois do fechamento de unidades de saúde da Região Leste da capital, o secretário vê melhorias na rede. “Estamos avançando. Hoje, considerando os municípios vizinhos, temos a melhor saúde”, avalia.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )