Revista Viver Goiás

Detran alerta para a necessidade de respeito ao ciclista

Manter distância segura e dar preferência em travessias ainda é um desafio para compartilhamento das vias.

Divulgação

Em vigor há mais de 20 anos, o Código de Trânsito Brasileiro é taxativo: os veículos maiores devem zelar pela segurança dos menores. Na prática, a realidade ainda não é essa, alerta gerente de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito, Gustavo Mota. Só no ano passado, 291 ciclistas foram atendidos no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) vítimas de acidentes de trânsito.

O gerente explica que a maioria dos acidentes envolvendo ciclistas poderia ser evitada se fossem respeitadas normas simples de circulação como a manutenção da distância de segurança entre os veículos, que deve ser de 1,5 metro. “O CTB diz que durante a manobra de mudança de direção, o condutor deve dar preferência ao pedestre e ao ciclista. O que vemos nas ruas, apesar dos esforços em conscientizar a população, é uma disputa por espaço”, pondera Gustavo.

Ele conta que no Brasil, a cultura é de supervalorização do automóvel no trânsito, enquanto que o correto é estimular à proteção da vida. “Nesse Dia do Ciclista, é mais uma data para estimular a reflexão não só do respeito a quem anda sobre duas rodas, mas da importância da bike como um meio de transporte limpo é saudável”, adverte.

Responsabilidade

O Detran-GO tem somado esforços para sensibilizar a população para a necessidade do uso da bicicleta e, principalmente, para o respeito aos ciclistas. Além de eventos específicos para esse público, a autarquia aborda o tema em todas as suas ações educativas, difundindo as normas de circulação e promovendo o compartilhamento seguro das vias.

As ações educativas focam também na responsabilidade do ciclista, dentre elas, o uso dos equipamentos de segurança como capacete, joelheira e cotoveleira. Ele também não pode circular em calçadas ou do lado esquerdo da via; a mudança de direção deve ser sinalizada com antecedência; e não pode praticar manobras perigosas.

Dia do ciclista foi criado por lei federal em homenagem ao ciclista Pedro Davison, que morreu em 19 de agosto de 2006, ao ser atropelado enquanto pedalava na faixa central do Eixão Sul, em Brasília.

Fonte

Detran Goiás
  • Compartilhe
  • Compartilhar no Facebook
  • Compartilhar no Google Plus
  • Compartilhar no Twitter
  • Compartilhar no WhatsApp

Detran alerta para a necessidade de respeito ao ciclista

Detran Goiás

Em vigor há mais de 20 anos, o Código de Trânsito Brasileiro é taxativo: os veículos maiores devem zelar pela segurança dos menores. Na prática, a realidade ainda não é essa, alerta gerente de Educação para o Trânsito do Departamento Estadual de Trânsito, Gustavo Mota. Só no ano passado, 291 ciclistas foram atendidos no Hospital de Urgência de Goiânia (Hugo) vítimas de acidentes de trânsito.

O gerente explica que a maioria dos acidentes envolvendo ciclistas poderia ser evitada se fossem respeitadas normas simples de circulação como a manutenção da distância de segurança entre os veículos, que deve ser de 1,5 metro. “O CTB diz que durante a manobra de mudança de direção, o condutor deve dar preferência ao pedestre e ao ciclista. O que vemos nas ruas, apesar dos esforços em conscientizar a população, é uma disputa por espaço”, pondera Gustavo.

Ele conta que no Brasil, a cultura é de supervalorização do automóvel no trânsito, enquanto que o correto é estimular à proteção da vida. “Nesse Dia do Ciclista, é mais uma data para estimular a reflexão não só do respeito a quem anda sobre duas rodas, mas da importância da bike como um meio de transporte limpo é saudável”, adverte.

Responsabilidade

O Detran-GO tem somado esforços para sensibilizar a população para a necessidade do uso da bicicleta e, principalmente, para o respeito aos ciclistas. Além de eventos específicos para esse público, a autarquia aborda o tema em todas as suas ações educativas, difundindo as normas de circulação e promovendo o compartilhamento seguro das vias.

As ações educativas focam também na responsabilidade do ciclista, dentre elas, o uso dos equipamentos de segurança como capacete, joelheira e cotoveleira. Ele também não pode circular em calçadas ou do lado esquerdo da via; a mudança de direção deve ser sinalizada com antecedência; e não pode praticar manobras perigosas.

Dia do ciclista foi criado por lei federal em homenagem ao ciclista Pedro Davison, que morreu em 19 de agosto de 2006, ao ser atropelado enquanto pedalava na faixa central do Eixão Sul, em Brasília.

Inscreva-se Newsletter

Inscreva-se em nossa newsletter e receba em primeira mão nossas novidades!
[CARREGANDO...]

Parceiros

Publicidade

Fale com a redação!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )