Viver Goiás

Sabado, 21 de Maio de 2022

Notícias Mundo

Brasileiros já podem solicitar Global Entry, sistema que agiliza entrada nos EUA

Com taxa de 100 dólares, programa permite que brasileiros utilizem quiosques automáticos e evitem filas

Brasileiros já podem solicitar Global Entry, sistema que agiliza entrada nos EUA
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Desde ontem, 7 de fevereiro, brasileiros podem solicitar on-line o Global Entry (GE) - programa que permite agilizar o processamento de passageiros frequentes, de baixo risco e previamente aprovados, a entrada nos Estados Unidos. Os solicitantes aprovados pelo GE podem evitar a fila de controle regular de passaportes e seguir diretamente para quiosques automáticos, disponíveis em mais de 75 aeroportos do país. Os interessados podem fazer sua solicitação do programa por meio do site: https://ttp.dhs.gov/

É importante ressaltar que o programa Global Entry não substitui o visto de não imigrante e pode ser solicitado quantas vezes for necessário. O programa permite que aqueles que possuam os documentos de viagem válidos e cumpram com todos os requisitos – passando por rigorosa verificação de antecedentes e entrevista presencial – tenham a entrada facilitada no país.  

O valor da taxa, não reembolsável, é de 100 dólares e a aprovação do programa pode levar até duas semanas. Se a GE for aprovada, o solicitante deverá agendar uma entrevista na sua chegada aos EUA em um centro global de solicitação disponível nos aeroportos. Uma vez autorizada, a adesão será válida por cinco anos. 

O encarregado da Embaixada e Consulados dos EUA, Douglas Koneff, ressaltou que "este programa vai não só facilitar as viagens de negócios e investimentos, como também agilizar as visitas de muitos outros brasileiros aos EUA. A conclusão desse acordo é fruto de muito trabalho dos dois governos, e muitos viajantes serão beneficiados pelo GE”. 

A implementação do GE para cidadãos brasileiros foi coordenada pela Embaixada e Consulados dos EUA no Brasil, por meio da Autoridade de Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA (CBP, na sigla em inglês), Casa Civil, Ministérios das Relações Exteriores, Ministério da Justiça e Segurança Pública e da Economia, assim como da Secretaria da Receita Federal e da Polícia Federal.  

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )